30 de jan de 2012

The Rest Of My Life Capitulo 7

Desci correndo pra atender, estava estressada por causa da briga com Tommy e mais estressada ainda por meu irmão e meu pai terem saído e me deixado La sozinha abri a porta e imediatamente a fechei quando vi quem era.
- espera – Tommy disse empurrando a porta – preciso falar com você!
- não temos mais nada pra conversar – disse empurrando a porta mais forte
- temos sim Jane! – ele disse empurrando mais forte ainda
- você tem 5 minutos pra falar o que quer – disse rude abrindo a porta
- não vai me chamar pra entrar ? – ele disse rindo
- não – disse brava – e não tem graça!
- bom, é que eu queria te deixar claro que não quero mais a sua amizade – ele disse serio e olhando em meus olhos – e vim buscar o cordão da amizade que te dei preciso dele – ele disse apontando pro meu pescoço
- ata – disse tirando o cordão – toma – disse jogando em cima dele e entrei
Fui correndo pro meu quarto fiquei la trancada, chorei algumas vezes me perguntando “porque isso Tommy ?” “O que eu fiz de errado ?” “porque você me abandonou?”  e fui interrompida pelo meu celular tocando no visor tinha escrito “Tommy sz” eu fui tomada pela raiva e arremessei o celular pela janela e voltei a chorar. Quando mais uma vez a campainha tocou, deixei-a tocando, eu sinceramente não estava a fim de receber nenhuma visita continuei deitada desabando em lagrimas a única coisa que eu precisava era de um abraçobem forte so isso, e a campainha insistiu tocou continuou tocando eu cansada de ouvi-la decidi descer, quando abri a porta me deparo com Justin, ele estava segurando meu celular.
- o que houve ? – ele disse preocupado – voce esta chorando! – ele disse reparando meus olhos vermelhos e a maquiagem borrada
- nada - disse arrancando meu celular de sua mão – obrigada por pegar pra mim!
- sei que aconteceu algo, - ele disse sincero olhando atentamente para mim – é o Tommy ?
Assim que ouvi o nome dele não agüentei e me joguei nos braços dele, o abraçando bem forte o abraço dele era reconfortante ele me passava um carinho enorme,  e eu tentei não chorar mas foi em vão acabei desabando em lagrimas.
- heey, não chora! – disse ele me abraçando mais forte – não fique assim Jane! Quer conversar? – disse ele num tom sincero
- Não – disse me afastando dele rapidamente e entrando em casa.
Fechei a porta na cara dele e subi, eu estava morrendo de vergonha por ter me atirado nos braços dele, mas eu precisava tanto de um abraço e ele ainda por cima foi falar no Tommy, eu não consegui me conter e acabei não resistindo. Subi correndo, lembrando o que tinha feito me joguei na cama e apaguei.
Se passaram rapidamente  uma semana e eu e Tommy nem conversávamos mais, a prova que fiz com Justin foi entregue tiramos 9 de 10 estava ótimo né eu não tinha feito nada, Justin sempre tentava se aproximar de mim e eu vivia com uma expressão triste ate ser convidada para entrar pro grupo da Ronnie, umas garotas meio loucas da escola o grupo era composto por 3 garotas a Ronnie, Janete e Mari  e agora Eu era a mais nova integrante do grupinho.
No fim de semana nós tínhamos combinado de ir a uma festinha de uns amigos delas pra elas me apresentarem ao “povo delas” elas se vestiam meio parecido comigo mais eu ainda tive que mudar um pouco o meu jeito de vestir tive que vestir menos coisas meigas e vestir mais coisas pesadas. Faltavam algumas horas para a festinha e eu estava no meu quarto ouvindo musica o som estava no volume Maximo estava tocando Open your eyes – Snow Patrol enquanto eu me arrumava escolhi minha roupa ( essa ) me vesti e depois desci pra esperar as meninas chegarem! Quando elas chegaram eu tive vontade de subir e tocar de roupa elas estavam totalmente diferente de mim, nem pareciam que iriam pra uma festa, elas estavam com uma roupa toda largada eu ignorei meus pensamentos e entrei no carro, tinha um garoto no carro se agarrando com a Mari ao meu lado eu tentei ignorá-los mas era quase impossível eles estavam quase se sufocando daquele jeito. No carro tocava uma musica de rock não reconheci na verdade não dava nem pra ouvir alguém cantando  o barulho dos instrumentos era mais alto era uma barulheira muito louca, eu estava me sentindo um peixe fora da água.
Logo chegamos a tal casa onde estava rolando a festa,  saímos do carro e fomos ate a porta todos se cumprimentaram e ficaram me olhando de rabo de olho, até que Ronnie me apresentou eu me enturmei um pouco com alguns caras que tinham la eles pareciam bem legais ficamos conversando e fui me enturmando cada vez mais. Quando estava quase na hora de ir embora meu celular toca.
- alo – disse me afastando  do grupo
- minha filha, onde você foi ? saiu de casa e ainda deixou o som ligado – disse minha mãe num tom bravo – e que barulho e esse Jane ? vem embora agora! – ela ordenou
- to numa festa com minhas novas amigas – disse insignificante – não vou embora agora!
- vem agora Jane – ela disse brava – ou ...
Nem esperei ela terminar desliguei o celular e voltei pra perto do grupo, ficamos conversando la e quando era mais ou menos 3 horas da manha fomos embora elas me deixaram em casa, nos despedimos.
- Jane – disse Ronnie – amanha temos que nos encontrar no parque! Vamos fazer um trabalhinho – ela disse rindo fraco
 Eu apenas assenti com a cabeça e depois entrei em casa, fui direto pro meu quarto quando entrei me deparo com minha mãe na minha frente com cara de brava.
- isso são horas de chegar Jane – ela disse brava e apontando pro relógio em seu pulso – você não vai sair esse final de semana – ela disse brava e saindo do quarto
- quem disse que não? – eu disse a desfiando e fechando a porta
- moçinha olha aqui – ela disse se virando e batendo de cara com a porta – abre agora Jane – ela disse batendo na porta
- não abro nada – disse deitando em minha cama
Depois não ouvi mais nada, simplesmente apaguei!
Acordei cedo e recebi uma mensagem da Ronnie.

“ Estamos te esperando na 3ª arvore perto do Chafariz no parque as 11 horas”

Respondi a mensagem.

“ok”

Eu olhie no relógio e já eram 10 horas me levantei correndo fiz minha higiene vesti um shorts e uma camisa preta escrito “I Hate U” calsei um all star e sai do quarto desci passando de pressa para que minha mãe não me impedisse de sair e fui até o parque. Chegando la fui até o lugar indicado e fiquei esperando.
Logo as meninas chegaram, e chegaram alguns caras com elas reconheci alguns da festa ontem os cumprimentei  apenas um sorriso.
- Bom gente, nós vamos nos dividir para o trabalhinho – Ronnie disse com um sorriso no rosto – você Jane vem comigo Mari, Janete , Jone e Crush  e o restante vai junto – ela ordenou – nós vamos pra la, e vocês pra la ok – ela disse apontando
Todos apenas assentiram e fomos andando para o lado indicado.
- o que vamos fazer?- perguntei
- um trabalhinho que sempre fazemos Jane – Mari disse andando com
Ronnie riu, e continuamos andando vi que estávamos entrando na rua de traz da que eu moro fomos seguindo em frente.
- Ei, escolha um carro Jane – Ronnie disse sorrindo
- pra que? – disse confusa
- Logo você vera – Mari disse sorridente
- ah, qualquer um Ronnie – disse sem entender nada – talvez aquele preto ali – disse apontando pra uma ranger over estacionada em frente a uma casa roxa muito charmosa.
- Ok – ronnie disse se abaixando
Ela se abaixou e pegou uma pedra, enquanto Mari segurava um pedaço de pau  elas atacaram o carro e o alarme soou.
- corre – disse Ronnie correndo
Eu não entendi o porque estragar aquele carro, mas corri quando já estávamos longe da rua paramos de correr.
- porque fizeram aquilo ? – disse confusa
- Se acostume Jane – Ronnie disse rindo – e você agora faz parte do grupo – deixamos você escolher um porque é o seu primeiro – ela disse rindo fraco
Meu celular tocou era uma ligação da minha mãe, resolvi não atender. Eu continuei o dia todo com as meninas Mari se encontrou com o namorado e não se desgrudavam um só momento aquilo sinceramente estava me irritando, eu e Ronnie ficamos conversando. Passamos o dia juntas e quando era mais ou menos umas 9 horas da noite resolvi ir embora afinal amanha era segunda e teria aula.
Na segunda bem cedo acordei com minha mãe gritando, levantei e vi que estava atrasada, eu me arrumei mega rápido e desci.
- ué cadê o Joe ? – disse confusa
- esta na casa de seu pai – ela disse seria – vamos!
Peguei uma furta e a devorei no caminho, chegando na escola eu estava sentada no meu lugar de sempre e vi que Justin estava de cabeça baixa. Me aproximei e sentei em meu lugar, vi que ele não puxou papo e muito menos levantou a cabeça então pensei que seria algo serio e o cutuquei.

POSTO O CAPITULO 8 COM 5 COMENTARIOS! (=

5 comentários:

  1. CONTINUAA O QUE ACONTECEU COM O JUSTIIN ?? ELA TA DOENTE ?? MEU DEUS!

    ResponderExcluir
  2. ele deve ta chateado por causa do carro dele ;/

    ResponderExcluir
  3. continuaa larii !
    quero saber tudo !

    ResponderExcluir
  4. Larissa Paula .. esse IB ta mtmtmtmtmt boooooooooooooooooooom =)))))))))))) .. continuaaaaaaaaaaaaa .. hahaha ' ><'

    ResponderExcluir
  5. Continuaaaaaa .. será quee era o carro delee ?? OMG =OOOOOOOOOOOOOOOOO'

    ResponderExcluir