24 de jan de 2012

The Rest Of My Life Capitulo 6

-Tommy? – disse me levantando, e indo abraçá-lo
- nada – ele disse rejeitando meu abraço e me empurrando.
- heey – disse com raiva – o que eu aconteceu ? ta doido é – disse bufando
- não – disse ele indo pro pátio
- espera Tommy – disse indo atrás dele – o que houve? você ta estranho comigo!
- não Jane, não é nada com você sou eu! – ele disse colocando a mão na cabeça e puxando de leve seus cabelos pretos
- porque Tommy? – disse colocando a mão em seu braço esquerdo – o que aconteceu? Você sabe que pode confiar em mim.
- não Jane, em relação a isso, não seria uma boa idéia – ele disse abaixando a cabeça – não posso falar isso pra você!
- Ta Tommy, não precisa falar – disse colocando a mão em seu queixo e erguendo sua cabeça – mas lembra das nossas promessas quando pequenos? Que não iríamos nos separar nunca, que iríamos ser sempre unidos, sempre melhores amigos? – disse rindo fraco ao me recordar desses momentos – só continue as cumprindo!
-  Me desculpe Jane – ele disse me abraçando – mas sinceramente não da mais! – disse me soltando
- O que? –  disse o olhando confusa e segurando para não chorar ali – porque? Não to conseguindo te entender! Ontem mesmo você disse que me amava, e hoje simplesmente chega atrasado como você vem fazendo e diz que não quer mas ser meu amigo ? – disse deixando uma lagrima escorrer dos meus olhos – e isso mesmo Tomás? – eu nunca o chamava pelo seu nome mas acabei chamando
- sim Jane, é isso mesmo – ele disse e se afastou de mim
Eu fiquei ali no pátio, sentei no banquinho que ficava escondido por uma arvore, e comecei a chorar, eu ouço um barulho olhei logo pensando que poderia ser Tommy arrependido do que disse, mas não, era o Justin que fez uma cara triste ao me ver chorando.
-o que aconteceu Jane? – ele disse se sentando ao me lado
- Nada – disse chorosa e enxugando as lagrimas – vamos pra sala! – disse me levantando
- eu sei que aconteceu algo, eu vi o Tommy saindo daqui – disse ele num tom desconhecido por mim – me fala Jane, eu só quero ajudar!
- você quer mesmo ajudar justin? – disse ainda chorosa  me virando para ele e me fazendo de forte – me deixe em paz!
Virei-me e sai dali, e fui pra sala. Passei direto e fui ate o meu lugar me sentei e fiquei olhando para frente era como se nada estivesse acontecendo pois eu não conseguira prestar atenção em nada,  o tempo passou ate rápido e já era a hora do intervalo. Fiquei no meu lugar enquanto todos saiam da sala, menos Justin que também permaneceu em seu lugar ao meu lado.
- não vai pro intervalo? – disse ele
- não – disse seca sem ao menos olhar pra ele
- poderia olhar pra mim pelo menos – disse ele
- não – disse levantando e saindo da sala
- hey – ele disse se levantando e indo atrás de mim – você disse que não ia! – disse num to desconhecido
Eu o deixei falando sozinho ele ia andando ao meu lado eu fui pro banquinho onde eu sempre ficava conversando com o Tommy mas quando em aproximei de la vi que ele estava sentado la com uma outra menina, eu nunca tinha a visto antes ela tinha os cabelos cacheados e compridos castanho escuro e usava um óculos tipo o dele, eles conversavam e interagiam muito bem ele estava tão alegre nem parecia se importar mas comigo. Eu imediatamente sai dali e esbarrei em alguém e acabei caindo no chão.
- ai – disse ao cair no chão e olhando pra cima – tinha que ser! – disse ao perceber que era a Tiffany
- seu lugar é ai querida- ela disse rindo – no chão!
-Jane – disse justin se aproximando e me estendendo a mão pra que eu levantasse – você ta bem? – disse ele preocupado
-Gatinho – disse Tiffany indo pra cima de Justin – deixa ela ai, vamos pra la comigo ? – ela disse fazendo beicinho
-Não – disse ele se afastando dela e segurando minha mão  – eu não to afim! Vamos pra la Jane!  - ele disse olhando pra mim
Eu apenas assenti com a cabeça e fui com ele,  Tiffany ficou la morrendo de raiva por ter sido rejeitada e eu realmente estava adorando aquilo ele era o primeiro garoto a rejeitar algum pedido dela.
- corajoso você – disse impressionada
- não precisa ter coragem pra ajudar uma amiga – ele disse fazendo aspas com as mãos quando dizia a palavra amiga 
- não besta – disse fazendo cara feia – disse isso por você ter rejeitado a Tiffany – disse fazendo aspas com as mãos como ele quando disse a palavra rejeitado – ela é a garota mais linda do colégio
- eu não acho isso – ele disse rindo fraco
- ata, - disse surpresa – você é o único que acha isso
- tenho certeza que não – disse ele e riu
O sinal bateu, fomos pra sala as aulas passaram rapidamente e logo chegou a hora de ir pra casa eu peguei Joe e fui pra casa chegando la vi que tinha um carro diferente, mas que eu já tinha vido antes estacionado bem na frente de casa.Joe entrou correndo e eu logo vi, era meu pai ele finalmente havia lembrado que tinha filhos e tinha vindo nos visitar. Joe ficou la o abraçando  e eu não disse nada o ignorei e fui pro quarto.
Joguei minha bolsa no pufe e me joguei na cama, eu estava totalmente exausta e conseqüentemente triste por causa do que aconteceu com o Tommy quando ouço um barulho de carro, levanto e vou ate a janela era o carro do meu pai saindo.
- Joe, ta ai? – disse indo ate a escada – ótimo! – disse com raiva
Joe tinha saído com meu pai e tinham me deixado la sozinha, voltei pro quarto e fiquei la deitada pensando quando a campainha toca.

 COMENTEM! COM 5 COMENTARIOS POSTO O CAPITULO 7

6 comentários:

  1. continuuuuuuuuuuuuuuuuuuua ><><

    ResponderExcluir
  2. continuua amiga ta muito emocionante ><

    ResponderExcluir
  3. continuaa quem sera que chegou ? sera que é o Justin ? ou é o Tommy indo se desculpar ? 'o' OMG continuaa

    ResponderExcluir
  4. lari, vc faz um capitulo q deixa todo mundo ansioso ...
    parabeens ta ficando otimo ... continua ><

    ResponderExcluir
  5. Ah Continua Por Favor

    By: Daniely

    ResponderExcluir