1 de out de 2012

The Rest Of My Life Capitulo 23

- Ei- eu disse brava – não fale assim com sua mãe Justin!

- Não Jane, deixa não adianta! – ela disse triste – mais tarde eu vou ter uma conversa seria com ele!

[...]

Eu estava andando, indo em direção a minha casa quando vi Ronnie passando na direção contraria, fiquei apenas observando o caminho que ela iria tomar e vi que ela ia para a casa do Justin, eu tentei ignora-la e segui sem falar nada o caminho de casa.

Logo cheguei em casa, fui direto  pro meu  quarto,  me deitei,  fiquei ali por um tempo, pensando nas em tudo que havia acontecido em minha vida nos últimos tempos, a separação de meus pais, a nova mulher dele, o filho chato dela, justin, o grupinho da Ronnie, o “fim” de minha maravilhosa amizade com Tommy, era muita coisa pra mim,  não consegui segurar e começaram a escorrer lagrimas de meus olhos, quanto mais eu tentava parar, mais vontade de chorar me dava, e enfim eu acabei deixando o orgulho de lado e chorei, chorei tudo que tinha pra chorar todo aquele choro que ficou guardado, talvez depois eu me sentisse um pouco melhor, acabei adormecendo.

Quando acordei, eu estava me sentindo melhor, me levantei e fui tomar um banho, presumi que eu estaria com uma cara horrível, vesti uma roupa e resolvi olhar as redes sociais me deparei com uma mensagem do Matt achei aquilo muito estranho, a mensagem dizia o seguinte.

“Saudades Gatinha, nos veremos em breve!”

Ignorei a mensagem, e logo alguém bateu na porta, e ouvir a voz de minha mãe.

- Filha posso entrar ?

- Entra mãe! – disse apenas girando a cadeira – aconteceu algo ?

- Temos que conversar! – ela disse batendo de leve na minha cama com intenção de que eu fosse me sentar ao lado dela.

- Pode falar! – disse sentando na cama ao lado dela

- Querida, não sei se você sabe! Mas a empresa esta passando por dificuldades financeiras dês de que eu e seu pai nos separamos! – ela disse tentando desviar o olhar de mim – E dês de então eu venho tentado suprir nossos gastos sozinha, antes todo o dinheiro da empresa vinha para casa, agora os gastos são divididos – houve uma pausa ela ficou em silencio

- Mãe fala, você tem alguma coisa importante pra falar eu sei! – disse olhando fixamente para ela – você não estaria me falando isso por nada.

- Filha, seu pai entrou em uma ação judicial para tirar de mim a sua guarda e a de seu irmão! – ela disse com os olhos marejados

- Mãe! – eu disse e imediatamente a abracei, bem forte

- Filha, eu não quero perder vocês! – ela disse deixando lagrimas caírem

- E você não vai nos perder! – eu também me deixei levar por lagrimas – fica calma ta mãe? – eu disse enxugando suas lagrimas

- Ele quer acabar comigo! – ela disse e me abraçou novamente

- Mas ele não vai conseguir mãe! – disse acariciando suas costas – eu não vou deixar!

- Bom, vou la pra baixo agora filha! – ela disse tentando se recompor – não conte nada pro Joe ainda!

- OK mãe, fique tranquila! – disse me recompondo também – vai dar tudo certo!

Depois que minha mãe saiu do quarto,  deitei e fiquei olhando para o teto, sem pensar em nada quando me lembrei da mensagem do Matt, então era isso! Levantei  e voltei pro PC olhei no msn e ele não estava on, Justin estava pensei em ir falar com ele mais vi o sub Nick dizendo o seguinte “ Ocupado, com minha Ronnie (L) ” aff ignorei a ideia que tive e desliguei o computador. Peguei o celular e liguei pro Tommy

-Alo! – ele disse com uma voz grogue

- Tommy, podemos nos ver? – disse meio receosa

- Aconteceu algo Jane ?

- Queria o ombro do meu velho amigo de novo! – disse sentindo os olhos arderem

- No parque ?

- Sim!

- Agora!

[...]

Fui andando em direção ao parque, já estava começando a escurecer, me sentei no mesmo banco de sempre, logo Tommy chegou.

- O que houve pequena?

Eu não pensei duas vezes, me joguei nos braços dele em lagrimas, a ultima vez que aconteceu isso foi quando meus pais se separaram, chorei, ele não disse nada, apenas me acolheu em seus braços, quando me senti melhor nos separamos.

- Senti tanto sua falta Tommy! – disse triste – dês de que meus pais se separaram nada de bom acontece em minha vida!

- Não diga isso Jane! – ele disse tocando meu nariz um pouco rosado por causa do choro – me conte, o que aconteceu?

- A empresa não esta indo bem, maior parte dos lucros vão pro meu pai e minha mãe esta fazendo de tudo para nos criar mais pelo que ela disse parece que esta difícil então meu pai quer tirar eu e meu irmão da minha mãe Tommy! – disse deixando lagrimas caírem

- Own pequena, não fique assim! Tudo vai dar certo! – ele me colheu em seus braços novamente – achei que você queria conversar por outro motivo ..

- Qual ? – ergui a cabeça e enxuguei as lagrimas

- Não nada!

- Tommy Fala! – disse brava

-Tem certeza que não sabe?

- Do que você esta falando Tommy ? fala logo! – me endireitei

- Ronnie e Justin passaram a noite juntos!

- Eu imaginei – disse tentando não transparecer o que sentia – que eles sejam Felizes!

- Jane!

- Que foi ?

- Da pra ver que você gosta do Justin! – ele disse rindo

- Não gosto daquele idiota! – disse revirando os olhos – alias quero mais é que aqueles dois se explodam pra la!

- Jane, te conheço muito bem! – ele disse serio – sei que você esta apaixonada por ele! Como também sei

- Cala a boca Tommy! – eu o interrompi  - não quero mais falar disso!

- Ta bom! – ele disse e se levantou – fica de pé! – ele disse serio

- Pra que ? – perguntei confusa

- Já se esqueceu do cavalinho Feliz ? – ele perguntou rindo

- Ou, o cavalinho feliz ainda esta aqui! – disse sorrindo e me lembrando das coisas idiotas que inventávamos quando mais novos

Me levantei e subi nas costas de Tommy, ele saiu correndo comigo na cacunda e imitando um cavalo! Todos que estavam no parque ficaram olhando, nos apenas ignoramos. Depois caímos na grama e ficamos rindo da cara das pessoas. O cavalinho feliz definitivamente estava ali, e ele sempre me alegrava.

[...]

Cheguei em casa e fui direto pro quarto, eu não estava mais tão triste, mas também não estava feliz.  Me joguei na cama e soltei um suspiri. Acho que havia recuperado novamente a amizade de Tommy e isso me deixou definitivamente mais alegre. Porem, eu não podia negar, Tommy me conhece muito bem, eu só conseguia enganar a mim mesma, ou talvez nem isso mais havia uma certeza em mim eu estava apaixonada pelo Justin, e essa era uma péssima hora pra isso acontecer.

Amoores, me desculpem pela Demoora, é que estava definitivamente sem tempo! Espero que tenham gostado *-* com 5 comentarios posto o capitulo 24 ... Obrigada a voces que sentiram falta e que acompanham a IB *-* é tão gratificante isso gente '-' eu nao vou abandonar a Historia, talvez eu demore pra postar mais seempre vou postar '-' amo voces beijos e comentem, digam o que estao achando .. beeijos ♥