26 de fev de 2013

The Rest Of My Life Capitulo 31


Depois fui para meu quarto, deitei e fiquei fitando o teto. Mas fui interrompida pela campainha, fui correndo atender.

- Oi princesa! – Ryan disse sorrindo
- Oi príncipe! – sorri – entra!

Eu sai e deixei que ele fechasse a porta, entramos e fomos pro meu quarto.

- Ta melhor? – ele perguntou se sentando em minha cama – Cait disse que você não estava se sentindo muito bem.
- Sim! – sorri  - estou melhor!
-Jane, queria te perguntar uma coisa! – ele disse meio intrigado com algo
- O que é? – franzi o cenho
- Voce e Justin já se conheciam certo? – ele me olhou fixamente
- sim! – afirmei
- onde? Vocês eram amigos? – ele quis saber
-bom foi na escola, e sim éramos amigos! – fechei os olhos e depois abri – éramos!
- e por que não são mais? – ele quis saber
- Tivemos uma briga, porque numa noite ele sumiu e deixou eu e a Pattie preocupadas e quando voltou parecia de ressaca e me tratou super mal.
- nossa, justin bebendo? Essa e nova! – ele estranhou – ele odiava quando eu fazia isso!
- pois e, ele estava de ressaca! Eu também estranhei ver ele daquele jeito, mas ele parecia perturbado. – me recordei da cena
- Foi por isso que pararam de se falar? – ele perguntou
- sim, - engoli seco – foi por isso!
- tudo bem pequena! – ele sorriu – mas por que não me contou que tinha um amigo que morava aqui?
- eu não me lembrava dele! – franzi o cenho – e eu nunca imaginaria que era ele o seu melhor amigo!
- Pois é, como as coisas são né! – ele riu – meu dude era seu amigo! – ele riu novamente
- né! – sorri – acha que ele e a Cait vão se acertar?
-Princesa- ele me olhou – creio que não! – ele disse sincero
- Por que? Ele te disse algo? – quis saber
- Ele esta apaixonado por outra garota! Ele disse mas não disse quem é, imagino que seja alguém que ele conheceu no Brasil! Sabe alguém que pode ser?
- Ronnie! – pensei – eles namoraram la no Brasil!
- Ronnie? – ele ficou surpreso – ele namorou La no Brasil ?
- Sim, - disse seria – a Ronnie não presta! – bufei – se ele souber o que ela fez ele vai ter ódio dela pro resto da vida!
- ódio? – Ryan perguntou – porque? Meu Deus não to entendendo nada!
- sim ódio! – franzi o cenho – mais deixa isso pra la príncipe!
- Ele parecia gostar muito dela! – ele se recordou da conversa dos dois – mas ele disse que tem coisas que o impedem de ficar com ela, só não disse o que.
- Coisas que o impedem de ficar com a Ronnie? – tentei me lembrar de algo – Tommy não é! – disse – talvez é a distancia!
-Não sei! – ele disse pensativo – só sei que meu melhor amigo voltou, mas não é o mesmo! – ele bufou – ele esta muito diferente, sinto falta do antigo Justin!
-Ah Principe! – disse deitando com a cabeça em sua perna – não fique triste!
- Não vou ficar princesa! – ele me fez carinho – ta com sono?

Não respondi, apenas me aconcheguei, e balancei a cabeça positivamente enquanto ele me fazia carinho.

[...]

Quando acordei Ryan não estava mais la, fitei o teto por uns instantes e depois levantei. Fui até a cozinha, e  vi minha mãe fazendo café.

- Vi Justin ontem filha – ela disse sorrindo – ele também esta em Harvard
- é mãe eu sei – sorri obrigada – ele esta na minha sala!
- Que ótimo! – ela sorriu – vocês dois fazendo arquitetura!
- Nada de ótimo – bufei – eu não estou conversando com ele!
- Jane! – ela disse desligando o fogo – vem aqui! – fomos pra nossa pequena sala e nos sentamos – filha, porque você não conversa com ele e diz o que sente?
- An? – eu ri – que? – ri novamente – você só pode ta de brincadeira com a minha cara né mãe?
-Filha! – ela me olhou séria
- Mãe! – olhei seria pra ela
- Ta- ela disse se levantando – se quiser conversar sabe que to aqui!

Eu me levantei, ri e fui pro quarto.

Mais  Um mês se passou, e o meu namoro com Ryan não estava la essas coisas, acho que ele sentia que eu estava empurrando com a barriga, o convívio Caitlin apaixonada por Justin estava me deixando super mal, eu corria de Justin como vampiros correm de alho.
Hoje a professora iria fazer um sorteio para levar 2 alunos com ela para um congresso super importante da arquitetura moderna, que aconteceria em Paris. Eu logo me apressei para chegar à aula.

- Vamos lá turma – a Senhora Lídia disse animada – Vou fazer o sorteio dos dois alunos que irão comigo ao congresso em Paris Usarei como critério as duas maiores notas da Prova.
Todos estavam tensos, eu não me aguentava de ansiedade.
- O primeiro aluno é – ela fez um suspense – Na verdade é aluna, - ela riu e disse -  Jane Albuquerque! Parabéns – ela disse sorrindo e me estendendo a passagem de avião
- Obrigada – disse sorrindo muito
- Voce é uma ótima Aluna Jane! – ela disse sorrindo – vai gostar do congresso
- Vou Amar, tenho certeza! – sorri e voltei para meu lugar
- E o segundo aluno é – disse a professora – é um Menino, Justin Drew Bieber – ela disse sorrindo – Parabéns Justin - ela disse se direcionando a ele – você evoluiu bastante!!
- Obrigada Senhora Lídia! – ele sorriu – esse congresso sera ótimo!
- Sim sim!  - ela disse – Bom, agora vamos dar inicio a aula!
A aula passou rapidamente, e eu estava meio em choque, xingando mentalmente, e morrendo de raiva porque eu teria que aturar ele nessa viagem. A questão toda não seria aturá-lo porque gosto dele, gosto do jeito dele, éramos muito amigos, nos dávamos muito bem.

[...]

- Amor! – Ryan me deu um selinho – Parabéns, fiquei sabendo que você foi escolhida para a Viagem!
- Obrigada! – sorri feliz – estou muito animada!
- Justin também Foi! – ele riu – nem acredito – riu novamente – eu nunca tinha visto ele sendo tão estudioso na vida!
- Serio? – sorri – La no Brasil ele era um dos melhores alunos! Muito esforçado e nunca deixou de estudar pra nenhuma prova! – ri me lembrando da prova que fizemos que eu não tinha estudado
- sim – ele riu – Cole Dude! – ele disse estendendo a Mao pra bater na de Justin que chegou atrás de mim
-hey dude! – ele sorriu – Oi Jane! – ele disse e me deu um beijo no rosto – corei surpresa com o beijo
- Ola – disse me recuperando – é vamos Juntos nessa Viagem! – disse e fiz uma cara que nem eu reconhecia era uma mistura de eu amei isso, mas não quero demonstrar.
- Vai ser muito legal – ele sorriu – vamos nos divertir nesses 2 meses.
-Cara são 2 meses? – perguntei rapidamente – tinha me esquecido disso, preciso ir pra casa! Tchau Justin – disse saindo e puxando Ryan comigo

Fomos direto pra casa. Ryan me deixou la e saiu, Cait e eu estávamos meio distantes uma da outra, ela agora vivia correndo atrás do Justin feito um cãozinho sem dono. Eu havia me esquecido que ficaríamos la por 2 meses, e meu irmão talvez viria para cá com Matt me visitar seria o presente dele de aniversario, não quero desapontá-lo mas também não posso perder essa chance. Meus pensamentos foram interrompidos pela campainha.

- Oi – Cait disse entrando – quanto tempo ne? – ela sorriu
- Oi – sorri – você sumiu! – disse sentando no sofá
- é que eu andava meio triste – ela se sentou também – acredita que o justin ta apaixonado por uma menina que conheceu la no Brasil?
- é o Ryan tava me falando isso!
- Não acredito que perdi o Justin pra uma brasileira sem sal! – ela disse brava
- Eii – disse chamando sua atenção – não se esqueça que sou brasileira ta?
- Desculpa! – ela riu – mas você e diferente! – ela pegou minha Mao – você é minha amiga que não tive na infância!
- Voce também é a amiga que eu nunca tive! – sorri sincera – eu nunca quero desapontar você!
- E você não vai! – ela sorriu e me abraçou
- Ola Meninas! – minha mãe disse abrindo a porta – Jane já arrumou as malas?
- Ainda não! – ri – mas espera como você já sabe?
- Sua professora me ligou e me deixou a par de tudo ontem à noite! – ela sorriu  e foi pra cozinha
- Mas não sei se vou mãe! – disse triste – Joe vem pra ca mês que vem comemorar o aniversario, não quero desapontar ele mãe!
- Mas filha isso será ótimo para seu futuro! – ela se aproximou – e você não vai desapontar seu irmão, ele vai entender!
- será mãe?
- Vai sim filha! – ela sorriu e me deu um beijo na cabeça -  não perde essa chance não meu amor!
- Ta mãe! – sorri
-Amiga Também já Sabia! – Cait disse rindo – só você e Justin não sabiam ainda!
- Ah sua traíra! – disse dando tapinhas em seu braço – então me ajuda a arrumar as malas?
- Claro! – ela foi correndo pro quarto
Ficamos conversando e arrumando as malas, sim duas malas, pois eram dois meses, ela disse que se fosse ela levaria quatro ou cinco no mínimo, eu disse que duas era o bastante para mim. Nos despedimos antes porque Cait Nao poderia ir até o aeroporto amanha comigo.

[...]

Ryan estava me levando até o aeroporto pra embarcar, a Professora já estava lá em Paris a nossa espera, eu e Justin embarcaremos exatamente há 20 minutos.

- Se cuida la ta amor? – Ryan disse acariciando meu rosto
- Sim Príncipe – sorri – se cuida também!
- Vamos? – Justin chegou perto fez um toque com Ryan e pegou uma de minhas malas
- Vamos! – sorri abracei Ryan e fomos

Logo entramos nos avião, nos sentamos um do lado do outro, estava um clima estranho entre agente, coloquei os fones de ouvido e me aconcheguei em minha cadeira, ele fez o mesmo acabei adormecendo.

Quando Chegamos e desembarcamos, lá estava a senhora Lídia a nossa espera!

- Oi Meus queridos! – ela disse sorridente – nesta primeira semana não haverá nada do congresso então estão livres para passearem a vontade.

Apenas sorrimos, e a acompanhamos, fomos para o hotel onde ficaríamos hospedados, era um hotel bem bonito, nossos quartos ficavam um do lado do outro o meu era o 111 e o dele 112. Assim que entrei em meu quarto a primeira coisa que fiz foi jogar as malas no chão e ir para a pequena varanda que tinha.

- Que Vista Linda! – disse alto olhando aquele lugar
- Linda Mesma! – justin disse da varanda do lado da minha – vamos dar uma volta? – ele disse sorrindo

Olhei tudo ao redor, sorri .

- Ta vamos! – disse vendo aquele sorriso bobo em seus lábios – vou só trocar de roupa!
- Ok – ele sorriu mais ainda – te espero na porta!

Fui pra dentro e me vesti Rapidinho (Roupa), eu sempre tentava usar roupas mais femininas com as dicas da Cait, quando sai dei de cara com Justin na porta.

- Oi – ele disse sorrindo – onde vamos primeiro?
- Não sei – sorri – não conheço muito bem Paris!
- Então serei o seu guia! – ele sorriu – Vem comigo!
- Onde vamos senhor Guia Turistico? – ri
- Vamos logo que o sol já vai se por, se não vamos perder a vista mais linda! – fomos correndo

Pegamos um taxi, e eu fiquei surpresa ao ver Justin Falar Frances, assim que saímos do carro vi a Torre Eiffel, ela era tão linda pessoalmente mais do que por foto.

- Que linda! – disse sorrindo
- Espere até ver ela do ponto em que eu quero! – ele me puxou novamente e fomos até um gramado de La dava pra ver a torre todinha. – pronto é aqui – ele sorriu – agora só faltam 5 minutos.
- Para que? – perguntei olhando pra ele e depois pra torre
- Espera que você vai ver! – ele sorriu e se sentou no gramado
- Ta – fiz o mesmo.

Ficamos ali em silencio observando a torre, o céu foi escurecendo e ganhando um tom diferente o sol foi se pondo e ficava mais lindo a cada segundo que se passava.

- Que Perfeito Justin! – disse olhando admirada
- é realmente muito lindo! – ele sorriu – Jane!
-  O que foi? – sorri o olhando
- Sinto sua falta! – ele disse acariciando meu rosto
- Eu também sinto a sua falta Justin! – disse pondo a Mao em cima da mão dele
- Então porque esta desse jeito Jane? – ele quis entender
- Eu to normal Justin! – sorri - você mudou comigo depois da Ronnie!
- Nem me lembre da Ronnie! – ele disse bravo – aquela garota não presta!
- Sempre soube – ri – só não sabia a intensidade até entrar pro grupinho dela!
- Não vamos falar da Ronnie não ok? – ele riu – Tanta coisa melhor pra fazer – ele me abraçou por trás e disse – olha pra torre estamos em Paris, a cidade do amor! – ele riu e eu me virei pra abraçá-lo sentia falta daquele abraço.

Ficamos nos olhamos por um tempo depois rimos, um da cara do outro. Anoiteceu rápido, depois fomos pro hotel, pois já era noite! 

Chegando ao hotel, tomei um bom banho me vesti e deitei, fiquei fitando o teto todo enfeitado mas Justin não saia da minha cabeça, pensei em milhares de coisas, dentre elas estava contar a ele o que sinto. Mas ai vinha Cait, e Ryan não seria certo com eles, eu não podia fazer isso com meu namorado e com minha melhor amiga, ela o ama. Mas eu também amo ele . Cansei de pensar e me levantei, fui até a pequena varanda e sorri ao ver que justin também estava la.

- Também sem sono? – perguntei
- sim – ele sorriu – estava pensando no que fazer! – ele ficou me olhando
- sobre? – perguntei curiosa
- se você estivesse completamente apaixonada por alguém, o que você faria?- ele perguntou me olhando serio
- Contaria a ele – disse se olhei pra baixo – mas
- Jane! – ele me interrompeu – você gosta mesmo do Ryan?
- Eu? – perguntei como se estivesse em duvida mais eu não tenho duvida de quem eu amo mas não podia contar pra ele – eu eu – não conseguia dizer que sim
- Não! – ele disse sorrindo – você não gosta do Ryan!
- Porque você acha que não?
- você demorou a responder, - ele riu – se gostasse tinha falado logo que sim e com uma cara de apaixonada. – ele riu devia ter me imaginando falando isso
- Idiota! – disse brava e entrei

Me deitei na cama, mas ouvi a campainha tocar, fui ate a porta achei estranho olhei primeiro pelo olho mágico, Justin.

- O que é? – perguntei assim que abri

Ele ficou me olhando, e se aproximou sem dizer nada nos olhamos, e neste momento pensei em dizer a ele tudo que sentia, mas meu pensamento e tudo parou quando senti seus lábios quentes nos meus, e logo sua língua pedindo passagem, nos beijamos com ternura, carinho, amor, senti emoção, em um beijo simples e carinhoso, seus lábios quentes e macios, sua língua molhadinha se encaixando da minha. E por falta de ar nos separamos. Eu não estava acreditando no que tinha acontecido mas acredito que eu estava com um sorriso maravilhoso no rosto assim como ele que me abraçou forte depois do beijo.

E AIII GOOSTTARAAM?? POSTO O PROXIMO CAPITULO QUE VAI ESTAR E-M-O-C-I-O-N-A-N-T-E COM 6 COMENTARIOS. BJOS ESPERO QUE ESTEJAM GOSTANDO BJOS BJOS AMO VOCES E DESCULPEM PELA DEMORA ;/ 

28 de jan de 2013

The Rest Of My Life Capitulo 30


- Oi – disse pegando o livro que estava na mao dele e saindo de perto dele
- Onde voce vai? – ele disse em portugues
- Pra minha sala! – eu respondi
- Voce faz arquitetura? – ele sorriu
- Sim! – Agora pode se retirar?
- A professora não veio hoje! – ele riu – temos aula livre
- Ah obrigada por avisar! – ri sinica e continuei sentada –espera! – pensei – Temos aula live?
- Sim! – Ele se sentou ao meu lado
- Como voce sabe? – perguntei brava – e o que voce ainda ta fazendo aqui?
- Tinha um Comunicado no email – ele sorriu – hey eu estudo aqui!
- O que? – fiquei pasma com a noticia  quando lembrei – Voce é o menino que ficava dormindo! Não acredito! – cruzei os braços
- Quem aguenta aquelas aulas chatas? – ele riu – não sabia que voce estava aqui em Harvard!
- Neu eu que voce estava aqui, e muito menos na mesma sala que eu! – bufei
- Hey, eu morei aqui! – ele sorriu – e alem do mais sempre sonhei em fazer arquitetura!
- Da licença, já que não vai ter aula vou pra casa! – sai e o deixei la

Eu não estava acreditando no que estava acontecendo, era coisa demais pra minha cabeça. Entao eu não estava ficando louca, foi ele mesmo que eu vi quando passei de carro. Sai da universidade e fui andando, no meio do caminho encontrei chaz .

- Ei Jane! – Chaz me comprimentou – somos as unicas almas na rua a uma hora dessas – ele riu
- Pois e! – ri –  voce também não tem aula hoje?
- É – ele riu – ninguem teve aula hoje – Bora la pra casa, já ta todo mundo indo pra la!
- Vamos! – sorri
Fui para a casa de Chaz, chegando la, Cait não estava. Vi apenas Ryan e Chris .
- Oi amor! – Ryan veio me dar um beijo
- Oi –  sorri – Cade a Cait Principe?
- Ela não vem! – ele disse com desanimo – e eu tambem não queria vim!
- Por que?
- Chaz chamou ele! – ryan revirou os olhos
-Mais caitlin precisa vim! – disse abismada – Vou até la busca-la!
- Ela não vai vim amor! – ryan riu
- Entao vamos ver! – dei um beijo nele – já volto! – e sai

[...]

Quando cheguei, fui ate minha casa primeiro, fui direto para a casa da Caitlin convence-la a ir até a casa doChaz.

 - Jane eu não vou até la! – ela disse quase chorando – não vou ter coragem de ver ele!
- Vai amiga! – voce vai – vou estar la com voce!  -  disse convicta - voce é forte e consegue!
- Ok amiga – ela sorriu – eu consigo! – saiu correndo pro closet – não sei o que vestir!
- Vai simples amiga – sorri – não se arruma demais não se não ele vai pereceber que voce se arrumou para ele! – ri
- Amiga, vai se arrumando eu preciso ir ate minha casa! – precisava falar com Tommy – preciso falar com um amigo meu la do brasil!
- Ok  amiga! – não demore
- Acho que vou demorar! – sorri – pode ir que eu te encontro la!
- Ta bom amiga! – ela riu – mais não demore muuito não quero ficar sozinha la com ele
- Ta bom! – a abracei – boa sorte!

Fui correndo para casa, liguei meu computador! E nada do Tommy por la, peguei o celular e tentei ligar, naada de atender. Mais que Droga, entao resolvi ir logo para a casa do Chaz. Quando desci Cait já tinha ido, entao fui sozinha mesmo.
Quando cheguei la, tinha mais gente, os menino estavam na piscina, Cait estava na cozinha, fui ate la.

- Oi amiga! – sorri – e ai já falou com ele?
- Não ele não chegou ainda! – ela sorriu – to nervosa!
- Ram ram – alguem nos interrompeu
- Que foi Chaz? – Cait disse
- Chegou! – ele disse sorrindo – ta la na piscina!
- Vai la amiga! – disse empurrando a Cait
-E seja o que Deus quiser! – ela sorriu e foi

Fiquei na cozinha por um tempo, preparei algo para comer. Eu estava faminta. Fiz um sanduiche, comi e depois resolvi dar as caras la na piscina.

- Amor – Ryan disse sorrindo – quero te apresentar me melhor amigo!
- Cade ele?
- Ta sentado ali – ele apontou para um garoto de preto – Dude! – ele chamou  quando nos aproximamos e o garoto se virou

Não estava acreditando, era demais pra mim.

- Jane? – ele sorriu – o que faz aqui?
- Se conhecem? – Ryan perguntou
- Sim Cara,  - ele sorriu – eramos amigos la no Brasil!
- É! – confirmei fingindo estar alegre e sorri forçado
- Entao voce sabe o quão maravilhosa ela é! – ryan sorriu e me deu um selinho
-Voces estao namorando? – justin perguntou parecendo não entender nada
- Sim! – Cait interrompeu – olha que perfeito Jus o anel que ele deu pra ela! – ela apontou para minha mao
- Perfeito – sorri sincera – e o mostrei!
- Gente tenho um compromisso agora! – justin disse olhando o relogio
- Mas Já? – Cait disse triste – fica mais um pouco?
- Não posso pequena! – ele disse acariciando o rosto dela não pude crer ele chamou ela de pequena tentei não deixar a raiva tomar conta de mim – tenho que ajudar minha mae a resolver umas coisas.
- Ok entao Jus! – ela sorriu mas com os olhos tristes
- Tchau Gente! – ele disse e saiu

[...]

Mais tarde quando cheguei em casa, parei pra pensar. Meu Deus, ele foi namorado da minha mais nova melhor amiga, ela ainda é completamente apaixonada por ele. Eu estou namorando o melhor amigo dele, e sou completamente apaixonada por ele. Mas que confusão. Fui interrompida pelo barulhinho do skype. Uma chamada de Tommy

- Oi Tommy! – disse baixo astral
- O que aconteceu Jane? – ele quis saber
- Tenta adivinhar? – ri desanimada – é uma confusao só – coloquei a mao na cabeça
- Conta! – ele disse se ajeitando na cama
- É uma longa História!

Ficamos conversando, contei toda a historia para ele, ele ficou escandalisado com tudo, não sabia nem o que dizer, ou seja eu estava completamente perdida. Não sabia o que fazer, depois da conversa com Tommy, chequei o email da turma e estava la o aviso da professora, que não havia aula durante essa semana por estar faltando alguns professores da rede. Tomei um banho, e deitei. Pensei em tudo que já havia acontecido em minha vida, nas mudanças, boas e ruins, nas pessoas que conheci, nas coisas erradas que fiz, e nas escolhas que eu acabei fazendo.  Em como seria de agora em diante, como  seria meu convivo com meus amigos que sempre foram amigos dele, des da infancia . Milhares de coisas se passaram em minha cabeça, me entreguei ao choro, e adormeci.

Acordei era quase 5 h da manha, revirei na cama e entao me vesti e sai, fui andando sem rumo, achei uma trilha, resolvi seguir, ouvi um barulho fiquei meio assustada mais era um gato, ri do meu medo, e continuei andando, ate que cheguei perto de um pequeno espaço verde com um lago, pro outro lado tinha um campo plano e verde tentei olhar mais não pude ver direito já estava claro,  me sentei um pouco em um tronco  fiquei olhando pra agua fui interrompida quando meu celular tocou.

- Oi mae!
- Onde voce esta uma hora dessas Jane?
- To indo pra casa, sai pra andar!
- Andar em pleno 6:30 da manha? Ta louca filha?
- Já to indo mãe! – desliguei e voltei para casa.
Quaqndo cheguei em meu quarto deitei, e acabei adormecendo novamente.

[...]

- Jane! Jane! – caitlin me sacudia
- que foi ? – disse assustada
- Vamos ao cinema hoje! – ela disse sorridente
- Voce e Justin? – tentei sorrir sinceramente
- Nãao ne dã! – ela disse fazendo careta – nós 4 né! – ela disse como se fosse obvio
- O que?
- Eu voce, Justin e Ryan! – ela sorriu
- Não Cait! – me sentei – não estou muito bem!
- O que voce tem amiga?
- Estou meio enjoada e com dor de cabeça!
- Talvez voce melhore ate de tarde!  - ela disse meio triste
- É! – disse tentando me animar
- Vou deixar você descansar amiga! – ela saiu do quarto

Eu fiquei ali um tempo apenas olhando pro teto, depois peguei o computador, fui olhar meu twitter tinha tempo que não olhava. Tinha uma DM do Matt .

“Jane, saudades minha linda! Olha, o aniversario do Joe ta chegando estamos pensando em leva-lo ai pra um passeio.”

Isso me deixou feliz, liguei o msn pra ver se ele estava on, e por sorte estava.

- Oi Matt *--*
- Heey Jaane!  Como esta?
- Estou levando, desculpe por não responder a DM . Não estava entrando no tt
- Relaxa meu anjo! Mas ai o que achou da idéia que tivemos?
- Otima, eu adoraria. Já que não poderei ir para o Brasil tão cedo :/
- Mas estamos vendo ainda!Adivinha quem chegou aqui ?
- Joe?
-Sim, espere  vou ligar a câmera.

Ele ligou a câmera e conversamos por vídeo.

- Oi meu pequeeno! – disse sorrindo
- Oi maniinha – ele sorriu também – estou com muita saudade! – ele disse abraçando Matt
- Eu também pequeno! – não contive minhas lagrimas
- Não chora maninha! – ele disse com os olhinhos cheios de lagrimas – cadê a mamãe?
- Meu amor, ela ta no trabalho – disse - a noite ela te liga quando chegar ta?
- Ta bom irmã! – ele me deu um Tchauzinho – tenho que ir, vou na casa do meu amiguinho!
- Tudo bem Joe! – sorri – se cuida meu anjinho Te amo! – joguei um beijo
- Também te amo – ele jogou um beijo e saiu correndo
- Ele anda bem tristinho – Matt disse – hoje ele ta mais alegre porque vai na casa desse amiguinho da escola!
- É, agente era bem grudado – disse triste
- E ai – ele se endireitou na cadeira – como esta em Harvard?
- Ah, esta ótimo! – sorri – fiz amigos ótiimos aqui! – sorri – adivinha quem esta aqui em Harvard e na minha sala? – mudei de expressão
- Quem? – ele riu – Justin?
- Acertou – disse olhando pra baixo – não acredito sabe, não sei pra que ele apareceu aqui.
-Mais Jane! – ele riu – eu acredito que ele goste de você!
- Não ele não gosta de mim Matt!
- Sim Jane! – ele sorriu – ele gosta, e eu sei disso!
- Como? – perguntei confusa
- sim Jane! – ele se endireitou novamente na cadeira – ele nao me disse nada, mas eu percebi!
- Não Matt, você voltou com isso? – perguntei indignada – nao acredito!!
- Não Jane! – ele riu – ta louuca? Não quero isso nunca mais na minha vida! – ele riu novamente – eu percebi pelo jeito como ele te olhava.
- Como assim?
- Lembra naquele dia, la na sua casa no seu quarto jogando vídeo game? – ele riu – ele te olhava com ternura Jane! – ele parecia se recordar do momento ou de como ele me olhava
- Mas ele estava namorando a Ronnie! – ri – claro que ele gosta de mim e vai namorar outra Matt! – disse irônica
- Jane, talvez ele tivesse outros motivos pra isso! – ele se calou por um instante – sei la ele devia achar q vc não ligava pra ele, ou sei la .
- Não isso não tem nada a ver !
- Preciso desligar agora! – ele fez cara de triste – Depois nos falamos!

Depois que desliguei o computador fui pra sala, fiquei la vendo TV achei um canal que estava passando X-Factor eu adorava ver la no Brasil, então fiquei vendo.

[...]

E assim se resumiu meu dia, que passou voando, dei Graças a Deus por Ryan não ter aparecido. Caitlin havia ligado, e eu disse que não estava bem, mas pensando bem eu não tinha mentido para ela.  Já era Noite.

- Filha já vou! – disse minha mãe dando um beijo em minha cabeça – vou sair com as amigas do trabalho!
- Ok Mae! – sorri – se divirta!
- Não vai sair com seu namorado? – ela quis saber
- Não mãe! – sorri – hoje vou ficar em casa mesmo!
- Ta qualquer coisa me ligue querida! – ela mandou beijo e saiu

Otimo, pensei estou totalmente sozinha fiquei mais um tempo vendo TV e quando criei coragem me levantei do sofá para ir pro quarto foi quando a campainha tocou.

- Esqueceu a Chave? – disse sorrindo ao abrir a porta meu sorriso se desfez ao ver que não era minha mãe e sim justin – como descobriu onde eu moro?
- Eu não sabia que era aqui! – ele sorriu – encontrei sua mãe la na rua eu estava passando aq e ia visitar a Cait, vi sua mãe ela disse que vocês estavam morando aqui!
- Droga! – resmunguei
- Posso entrar? – ele pediu inquieto me olhando fixamente com aqueles olhos perfeitos onde eu podia me perder
- Entra! – disse e larguei da porta e voltei pro sofá
- Porque você mal olha pra mim? – ele quis saber- eu te fiz algo?
- Não justin nada! – sorri e liguei a TV
-Jane! – ele me chamou com a voz firme
- que foi? – disse sem tirar os olhos da Tv
- Podemos conversar?
- Fala! – disse pouco me importando
- Olha pelo menos pra mim por favor? – ele se levantou – poxa Jane, você quando quer e irritante sabia?

Eu apenas ri

- E ainda ri? – ele disse serio
- Sim – ri novamente
- Eu adoro seu jeito! – ele disse e abriu um lindo sorriso
- ah vc me ama justin!- disse de zoeira
- sim jane! – ele riu

Ficamos em pleno silencio, por um tempo.

- Preciso ir! – ele disse quebrando o silencio – ganho pelo menos um abraço seu?
- pra que? – fiz careta
-Se não quer não precisa! – ele disse indo em direção a porta
- Espera! – disse indo atrás dele
- Que?

Ele se virou e nos aproximamos, eu o olhei por um instante,fixamente, ele me encarou com aqueles olhos lindos e sorriu, sorri ao ver o seu sorriso, um dos mais perfeitos que ele já tinha dado. Não sei o que aconteceu naquele momento, senti minhas pernas tremerem, meu coração acelerar, ele pegou em uma de minhas mãos que estavam soando, se aproximou, e nos abraçamos. Forte, tanto eu quanto ele, me senti a pessoa mais protegida do mundo inteiro, ali envolvida por aqueles braços que agora estavam um pouco mais fortes. Não senti vontade de terminar aquele abraço, mas infelizmente nossos corpos se separaram, ele sorriu novamente e me deu um beijo estalado no rosto.

- Boa noite pequena! – ele sorriu e saiu

E AIIIIIII AMOREEES O QUE ACHARAAM DO CAPITULOO?? ESTAO GOSTANDO?? COMEENTEM POSTO O PROXIMO COM 6 COMENTARIOS *-* FICO TAO FELIZ DE SABER QUE VOCES GOSTAM *-* ASSIM QUE CHEGAR AOS 6 COMENTARIOS EU POSTO O CAP 31  BEIJIINHOS >< 

21 de jan de 2013

The Rest Of My Life Capitulo 29


- Ryan! – disse completamente sem reação – não sei o que dizer! – sorri
- Diga que sim! – ele disse com um sorriso maravilhoso
- Eu aceito! – disse e imediatamente ele se levantou e nos beijamos

Caitlin, Chris e Chaz começaram a gritar, mas nos nem ligamos. Foi tão emocionante ninguém nunca tinha feito algo do tipo comigo, acho que e porque agora eu estou mais feminina, antes eu andava masculina demais. Ri pensando nisso.

- Princesa, - ele disse acariciando meus cabelos – vamos jantar essa noite?
- Vamos Príncipe Lindo! – sorri
- Vamos la pra casa Gente? – Chaz sugeriu – meus pais estão fora!
- Festa na piscina? – Caitlin sorriu
- Claro – Chaz sorriu e fez um toque com Chris
- Obaa! – Ryan sorriu – Bora?
- Vamos la em cima pegar biquíni e nossas coisas! – Caitlin disse a eles
- Me espera? – disse a Ryan
- Claro! – ele me deu um selinho – vamos ficar esperando aqui em baixo
- Ta bom! – nos despedimos e eu subi com a caitlin

Procurei por toda parte um biquíni, mais nada de eu encontrar um que prestasse todos estavam pequenos, fazia muito tempo que eu não ia a piscina.

- Vamos? – Caitlin veio me apressar
- Amiga, nenhum biquíni meu serve em mim! – desanimei – estão pequenos, acho que não vou!
- Claro que vai! – ela saiu me puxando – vou te emprestar um!

Fomos ate a casa dela, ela tinha um closet enorme, nunca tinha visto tanta roupa na minha vida, tenho certeza que Tiffany morreria de inveja, ou no mínimo tentaria por fogo em tudo só pra ver a desgraça dela, acho que nunca deixaria de odiar aquela patricinha idiota. Bom Caitlin tirou vários biquínis do closet , tinha de varias cores e modelos, ela fez com que eu experimentasse vários . Ate que em fim entramos em um consenso. Vestimos e descemos Ryan e os meninos já estavam no carro nos esperando. (biquíni)

Fomos para a casa de Chaz, la era muito bonito e ficava bem perto da universidade, ele parecia ser bem rico, Chris já foi entrando e tirando a camisa indo correndo para a piscina.

- Fique  a vontade Jane! – ele sorriu – seja bem vinda a sua 2ª casa! – deu uma piscadinha
- Ei – Ryan disse dando um soco nele – voce esta cantando minha namorada?
- Não dude! – ele disse saindo fora – bora pra psicina
- Vamos ? – Ryan disse e me deu um selinho
- Já vou ! – sorri – pode ir com os meninos daqui a pouco to la! – dei um selinho nele e ele foi
- Ain que amor! – Caitlin disse sorrindo
- Não amo o Ryan! – disse revirando os olhos – estamos começando um romance! – sorri
- Voce tinha namorado la no Brasil? – caitlin quis saber
- Não – disse mas minha mente foi em busca dos meus momentos com Justin  pensei em dizer que eu era completamente apaixonada por um garoto  mas não era o momento eu estava com ryan e deveria esquecer justin -  no brasil so existem idiotas! – sorri forçando
- Ah – Cait sorriu – me disseram que la tem muitos garotos bonitos!
- Sim tem – sorri – mais são todos idiotas!
- Por que diz isso?
- Por nada Cait! – sorri – vamos?
- Vamos – ela disse tirando o shorts

Fomos para a área onde ficava a piscina, era tão lindo, uma piscina enorme,  so faltava os Tobogan ri de meus pensamentos, fomos em direção as cadeiras para deixar nossas coisas, e logo em seguida pulamos na piscina, brincamos de briga de galo, eu e Ryan contra Cait e Chaz. Foi bem divertido, depois saimos da piscina e ficamos sentadas com os pés na água. Ryan de vez em quando vinha me dar um beijinho, ele era tao fofo, um ótimo namorado.

- Cait – sorri – E voce e chaz, certeza q não rola ? – disse vendo se os meninos estavam longe
- Certeza amiga! – ela suspirou pesado – meu coração so tem um Dono!
- Nossa o que esse garoto tem demais hem? – sorri
- Ah – ela suspirou apaixonada – ele tem os olhos mais lindo de todo o planeta  e o sorriso? O mais perfeito!
- Qual a Graça dele? – sorri – como ele se chama?

Fomos interrompidas com Chaz puchando caitlin pra dentro da piscina, enquanto os dois ficavam jogando agua um no outro aproveitei e fui pegar um pouco de sol, Ryan saiu da agua e se sentou ao meu lado, não disse nasa so ficou ali me observando.

[...]

Estava quase anoitecendo, eu tinha acabado de chegar em casa fui procurar uma roupa, hoje eu iria jantar com o Ryan! Fiquei horas e Horas, mas consegui sem a ajuda da Cait escolher uma roupa que eu definitivamente A-M-E-I e estava super feminina, como ela dizia que eu deveria me vestir. ( Roupa )

As 20 h em ponto ryan já estava me esperando,  Dei um beijo em minha mãe que estava finalmente em casa e desci, ele estava lindo, como sempre com um sorriso encantador nos labios. O restaurante não era chique, mais também não era um daqueles que se diga que espelunca.  Era um otimo restaurante, nos sentamos em uma mesa onde dava pra ver as pessoas na rua pelo vidro.

Pedimos, nosso prato principal, comemos e ficamos conversando.

- Esta gostando Princesa? – ele sorriu
- Estou amando Principe! – sorri ele era realmente um principe tao cavalheiro awn, parecia que eu estava em um filme
- Garçon – ele fez um sinal – Traga Por favor!
-Trazer o que Ryan? – quis saber curiosa

Quando vi o Garçom estava Trazendo Champanhe, eu não era muito de beber, mais parecia que Ryan queria comemorar algo. Então eu aceitei uma taça, quando olhei para ela havia um anel dentro, um anel muito lindo (anel) sorri quando vi.

- Não acha que eu te pediria em namoro sem um anel! – ele sorriu – deixe-me pegar ele enfiou um talher e puxou o anel o enxugou em um guardanapo se levantou e veio ate mim se ajoelhou – Agora e oficial, Quer namorar comigo? – ele disse segurando aquele anel
- Sim! – disse e sorria como uma criança quando ganha um doce

Ele colocou o Anel em meu dedo e depois me deu um beijo e voltou para sue lugar, pedimos a 
sobremesa, comemos e depois fomos andar um pouco pelas ruas.

- Esta Feliz? – ele perguntou quando viu que eu não parava de sorrir
- Sim – ri – muito feliz!

Paramos e nos beijamos, um beijo calmo e bom. Assim como o primeiro. Nos sentamos em um banco.

- Parece que to sonhando! – ele disse e colocou uma mecha do meu cabelo atras da orelha
- Por que voce diz isso ? – sorri e dei um selinho nele
- Por que eu tenho uma namorada linda, e brasileira! – ele sorriu
- Own – disse e o abracei

Ficamos um bom tempo ali abraçados,depois nos levantamos e fomos para o carro já eram mais de 22h tínhamos que ir pra casa se não minha ame me mataria.  Entramos no carro Ryan Ligou o som,  estava tocando uma musica so sick do ne-yo, não era o ne-yo cantando disso eu tinha certeza, porem aquela voz me era semelhante só não lembrava de onde.

- Quem ta cantando?
- Ah, é um amigo meu! – ele sorriu e mudou de musica – meu melhor amigo!
- Não precisava tirar! – sorri – ele canta bem! – percebi q eu estava doida não conhecia essa voz
- E, ele participou de um concurso quando éramos pequenos, e eu fui vê-lo cantar essa era nossa musica preferida! – ele sorriu prestando atenção no caminho – e eu gravei, às vezes ouço e canto com ele!
- Voce nunca mais teve contato com seu amigo? – perguntei
- Não, depois que ele foi embora nos falamos umas 3 vezes e depois nunca mais.

O silencio pairou dentro do carro, e eu resolvi ficar apreciando a cidade que era iluminada a noite, quando paramos no sinal vi um garoto. Pensei comigo não pode ser, fechei os olhos e quando abri novamente ele tinha sumido, olhei pra frente e mentalizei. Não era ele, ele não esta aqui! Esta no Brasil, provavelmente sendo feliz com a Ronnie, e eu devo fazer o mesmo ser feliz com o Ryan.

Cheguei em casa, Ryan subiu pra desejar boa noite a minha mãe e dizer que eu  estava entregue. Vê se precisava disso?   Sorri e fui para o quarto, amanha era domingo! Ou seja dia de Hockey sim Ryan jogava Hockey e eu com toda certeza iria estar la torcendo pelo meu namorado lindo.

[...]

Acordei com minha mãe gritando. Levantei do jeito que estava (roupa) e fui ate a sala, nesse exato momento quis desaparecer, Ryan e os Pais dele estavam la. Dei apenas um Tchauzinho e voltei correndo pro quarto, vesti a primeira (roupa) que encontrei e voltei para a sala, não sabia onde enfiar a cara. Ficamos conversando depois Ryan e eu fomos para meu quarto, ficamos la deitados conversando quando ele passaria a tarde la em casa. Ficamos vendo um filme que passava na TV e adormecemos, acordamos com o escândalo da Cait enxerida.

- CADE O ANEEEEL? – ela pulou em cima da gente – AAAAI QUE TUUUDO
- Calma Cait – eu ri  e estendi a mão
- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH QUE PERFEEITO AMIGAAAA! -  ela gritou
E Ryan apenas ria do escândalo dela.
- Ta ne – ela disse respirando fundo – acalmei! – sorriu – vou deixar os pombinhos namorarem!! – ela piscou e saiu do quarto

Nós ficamos apenas juntinhos, ele era tão fofo comigo, e eu realmente adorava estar com ele. Ele e um verdadeiro príncipe alem de lindo.

Quando nos demos conta já estava quase na hora do jogo, Ryan foi primeiro tomar banho e procurei uma (roupa) pra ir ao jogo, uma roupa simples mesmo. Depois iríamos tomar sorvete. Ele iria acabar me engordando com esses mimos todos.

Chegamos no Jogo, Cait não foi e nem Chaz apenas eu fui para torcer com toda vontade para meu namorado. Eu me senti perdida no meio daquele povo todo, mais Ryan me olhava a todo momento durante o jogo.  No intervalo sai e fui comprar algo para comer, e eu vi novamente alguém parecido com o Justin, não me contive e fui ate a pessoa.

- Justin? – perguntei tocando seu ombro
- Não! – O garoto me olhou esquisito
- Me desculpe! – disse e sai

Meu Deus, não acredito eu estava completamente paranóica ai que vergonha, pensei voltando para meu lugar. Eu estava realmente ficando louca, foquei no jogo, meu lindo estava indo muito bem. O time deles Ganhou.

- Ganhamos Amor! – ele disse me dando um beijo na testa e logo em seguida um selinho.
- Parabéns Príncipe! – sorri – vocês mereceram!
- Ryan! – Chaz apareceu o chamando do nada

Os dois foram pro vestiário e eu fiquei esperando na porta,  quando saíram Ryan não estava com uma expressão muito feliz.

- Que foi Príncipe?
- Ele voltou! – ele revirou os olhos
- Seu melhor amigo? – quis saber
- Sim!
- E isso não e bom? – perguntei confusa
- Não quero falar dele agora Jane!
- Tudo bem!

Nos demos as Mãos e saímos, paramos na sorveteria mais próxima. Meu celular tocou.

- Oi Cait! – disse rindo – qual o escândalo da vez?
- Preciso de você amiga! – ela disse com a voz chorosa
- O que houve amiga?
- Vai demorar muito ai?
- Não amiga, so vamos comprar um sorvete e já já vou para casa! Mais e algo grave?
- Só vem logo, Por favor!
- OK já vamos!
- Ela tava chorando? – Ryan perguntou
- Parecia que sim! – franzi o cenho – vamos deixar o sorvete pra depois?
- Bora! – ele balançou a chave do carro

Fomos para o carro, estávamos em um silencio absoluto.

- O que será que aconteceu com ela? – perguntei pensativa
- Ah amor, é claro que e por causa dele!
- Dele quem? -  pensei - do seu melhor amigo- chutei
- Sim, eles eram namorados! – ele balançou a cabeça – ele a deixou quando foi embora, mas ela nunca o esqueceu!
- Nossa!
Logo chegamos.
- Vai subir? 
- Não amor, vou pra casa! – ele acariciou meu rosto – se importa?
- Tudo bem príncipe! – acariciei seu rosto também -  hoje o dia foi puxado! – o beijei
Depois subi, fui direto para a casa da Cait, ela estava jogada na cama quando eu entrei parecia ter  chorado bastante.
- Amiga! – disse abraçando ela – não fique assim!
- Ele voltou! – ela choramingava – mas não vai voltar pra mim! – ela se deixou levar pelo choro
- Chora! – acariciei seu cabelo – vai passar!
- Quer falar mais alguma coisa amiga? – tirei seu cabelo do rosto – desabafa!
- Jane, ele e o amor da minha vida! – ela se entregou ao choro novamente – quando ele foi embora, levou com ele um pedaço de mim. Ele era meu tudo! E vai continuar sendo sempre!
- Tenta voltar com ele amiga! – sugeri – nunca me apaixonei assim por ninguém. Mas imagino que pra ele você deve significar algo.
- Se eu significasse, ele não teria ido! – ela enxugou as lagrimas
- Voce já o viu? – perguntei – já tentou conversar com ele?
- Não amiga! Ele provavelmente vai estar em Harvard, vamos vê-lo direto!
- Eu vou estar com você! – sorri – vou te ajudar ok? – levantei seu rosto – ou não me chame Jane Albuquerque!
- Obrigada amiga! – ela me abraçou – você e minha primeira amiga de verdade! – ela enxugou as lagrimas – e muito bom poder contar com você!

[...]

Cheguei na sala de aula estava sozinha, não tinha ninguém. Achei estranho pois já tinha algum tempo que a aula deveria ter começado. Peguei meus livros e fui ate o meu armário olhar meu horário novamente, abri o armário e estava checando o Horário quando alguém empurra a porta do meu armário batendo em meu braço e fazendo com que eu derrube os livros me abaixei para pegar, e ele também era um menino pelo tênis, quando enfim o olhei não pude acreditar, mergulhei naqueles olhos cor de mel, e naquele sorriso perfeito que eu não via faz muito tempo. Eu paralisei, fiquei apenas o olhando parecia apenas uma miragem, pude logo notar a diferença, sua bela franja havia sumido e seu cabelo tinha um corte bem mais moderno.
- Jane? – ele disse e sorriu mais ainda

E AIII O QUE ACHARAAAM?? ESTAO CURIOSAAAS?? COM 6 COMENTARIOS POSTO O CAPITULO 30 *-* ESPERO QUE ESTEJAM GOSTANDO .. COMENTEM E DEIXEM CONTATO NOS COMENTARIOS .. TTWITTER OU FACEBOOK. BJOOOS AMO VOCES :**